segunda-feira, 24 de agosto de 2015

"KANIMAMBO" CONSTÂNCIA



Recebemos um convite especial. Daqueles que vêm com o selo da amizade e com o lacre do companheirismo e estima sincera. Conhecer Constância e recordar vivências de outros tempos, juntar amigos, pôr a conversa em dia, eram motivos mais que suficientes para dizermos: Presente!

Constância


A viagem é curta, por uma região centro ainda por desbravar. Amparada pelos rios Tejo e Zézere ergue-se Constância, a "Vila Poema". Encosta acima, um picotado de casa brancas, ruas estreitas, varandas floridas, gatos esquivos, onde a história coabita com a serenidade, perpetuada pela pena do grande poeta Luis Vaz de Camões, em tempo idos residente habitual.

Chegámos mesmo a tempo do almoço. Fomos recebidos por abraços apertados, saudações calorosas dos anfitriões e sorrisos dos amigos que vieram de longe, de lá longe, da terra das acácias, da vida boa, do tempo quente. A mesa estava posta lá fora, num jardim acolhedor, numa casa decorada com requinte e muito bom gosto. Um "rural chic", de fazer inveja ao maior dos decoradores.  

Patuscada de crescidos
Patuscada da juventude

Assada de carnes variadas para pequenos e graúdos acompanhada de petisco bem regado e conversa amena num ambiente rural, encheu-nos a alma. 

Seguiu-se o habitual passeio após repasto, como que para "desmoer"! À nossa espera uma vila singela, apetitosa. Em cada recanto, em cada ruela particularidades, pormenores únicos. Acima e abaixo, um passeio bonito apesar do tempo insistir nas caretas pouco habituais num agosto português. A brisa fresca embalou-nos, guiando-nos sem pressas. Belas paisagens que nos envolvem e nos acalmam.


Curiosidade
Ruela típica

A calmaria das águas

A brisa fresca e envolvente


Estilo: férias
Ilustre amigo!
Depois de bem explorada esta pequena vila do distrito de Santarém, impunha-se o descanso. Sim, porque isto de passear, também cansa! E há sempre uns que o sabem aproveitar da melhor maneira! Num jacuzi intimista bem pensado para uma varanda soalheira, com a temperatura da água a rondar os 29ºc, o "petit" deliciou-se!  Foi um excelente fim de tarde. 


Vida boa!


Boa vida!

A amizade é isto mesmo. Apesar das distâncias, do reboliço dos tempos modernos, estaremos sempre juntos, cá, lá, onde Deus quiser!

Família Pratas, Família Domingues, Família Martins

Obrigada e até sempre.
CSD