quinta-feira, 24 de novembro de 2011

€UROZINHOS MUITO SOLIDÁRIOS!!

Neste meu regresso a casa encontrei um país diferente. Aquele que deixei há seis anos acolheu-me nuns braços mortiços e apáticos. Foram várias as vozes que me prepararam para uma recepção cinzenta. Felizmente a minha consciência foi-se escudando surdamente. O choque foi suave e anestesiado.

Encontrei um cantinho pobre, desanimado, desiludo e desinteressado. Decidi por isso entregar-me à solidariedade. Ponderei interesses e disponibilidades. Enviei mails, ofereci os meus préstimos, disponibilizei-me a disponibilizar tempo meu em prol dos outros.  E sabem que mais:

 NINGUÉM ME QUIZ.

À excepção do Bazar Diplomático, onde me entrego em manhãs seguidas à causa nobre dos mais desfavorecidos, nenhuma outra entidade solicitou ou respondeu à minha oferta de ajuda. Os meus interesses sempre foram variados. Desde associações de protecção animal, canis municipais ou até o próprio banco alimentar, todas estavam dentro do meu espirito solidário. Para todas enviei a oferta dos meus préstimos, mas nenhuma respondeu. 

Fazendo uma análise triste deste estado de coisas só uma conclusão posso tirar. Esta crise tão apregoada, este empobrecimento tão queixoso, esta solidariedade tão necessitada não quer coração, não quer braços, não quer tempo, não quer mimos. 

QUER DINHEIRO. 

A minha mão de obra não chega. A oferta do meu tempo não satisfaz. A minha presença não é querida, mas os meus EUROS sim. Seguramente que, se ao invés de ter oferecido tempo e ajuda fisica tivesse oferecido dinheiro, não faltariam as respostas e as mãos estendidas. Esta sociedade continua a cair no mesmo erro. Dá importância desmedida à moeda de troca, que troca valores por ganância. 

CSD
  


segunda-feira, 7 de novembro de 2011

BAZAR INTERNACIONAL DO CORPO DIPLOMÁTICO 2011

S O L I D A R I E D A D E

Anda na boca do povo. Pede-se, chora-se, precisa-se. Mas afinal, o que é a solidariedade?


É olhar em redor, 
É ajudar sem perguntar,
É ouvir sem falar, 
É apoiar sem receber. 

É despender o nosso tempo, 
É agir em prol de alguém, 
É auxiliar quem necessita.

É simplesmente, SER-SE HUMANO.



Este ano, visite o Bazar Internacional Do Corpo Diplomático, dias 2 e 3 de Dezembro no Centro de Congressos de Lisboa. Das 11 às 19 horas estaremos lá para o receber e guiar nas suas compras de Natal. Visite o Stand de Portugal e passeie pelas Embaixadas Internacionais acreditadas no nosso país. 

Compre bem, compre diferente.


Ao fazer as suas compras de Natal no 27º Bazar Internacional Do Corpo Diplomático, saiba que está a contribuir para Instituições de Apoio a Pessoas Portadoras de Deficiência

Seja humano. SEJA SOLIDÁRIO.

CSD